Cinderella em Paris

Laura parou e disse: 

– Não, pai, deixa lá! 

Estranhei. Ela não era de se interessar por filmes antigos. Zapeando pelos canais até chegar no Gloob, paramos no Telecine Cult e não saímos mais. Minha herdeira quis assistir ao clássico musical “Cinderella em Paris”, de Stanley Doney (Cantando na Chuva) e estrelado pelo mito Fred Astaire. E estava no começo!

A história da comédia romântica é bacana e a experiência de ver um longa mais velho que os avós da Laura (1957) é muito legal. O formato do filme, as músicas, a dublagem exageradamente forçada agradaram Laura e tivemos uma noite de quarta-feira agradável. Além de conhecer a Paris dos anos 50 de uma maneira muito gostosa.

Quis o destino que tudo fosse perfeito: filme às 20h, que termina às 22h. Afinal, não ia ter como ficar no “Bonjour, Paris” com o Corinthians em campo. 



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s