É errando que se aprende

Neste feriado, Laura caiu duas vezes das alturas. Os dois tombos foram frutos da desobediência e da teimosia que as crianças de três até sei lá quantos anos têm. Eles acham que já conseguem fazer de tudo e acabam se machucando por isso.

Retirei a pequena de cima do balcão algumas vezes com a ordem: “você pode se machucar. Saia de cima do balcão”. Nada. Resultado: primeiro tombo, choro e finalmente compreensão.

Não satisfeita, Laura começou a se pendurar na cama de cima do beliche. As ordens voltaram. Nada de obedecer e mais um tombo.

Os dois não foram doloridos, muito menos preocupantes, mas serviram para a Laura abaixar o fogo e entender a importância de obedecer o pai dela.

Assim que ela caiu no segundo, eu a coloquei na cama e expliquei, olhando no olho dela o porquê de não poder brincar destas coisas. Ela se mostrou compreensiva e foi mexer nos outros brinquedos.

Faz parte da vida aprender com os erros.

20121121-074804.jpg

One thought on “É errando que se aprende

  1. Amigo, por acaso achei o seu blog hoje e para minha surpresa também tenho um blog que trata do mesmo tema e com o mesmo nome de filha. Mesmas histórias em galáxias diferentes… rs A minha nasce em 2 semanas. Estou compartilhando seu blog com o meu. Abraço!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s