Ela, Robô

Minha filha é mais diferente do que eu imaginei. Quando o bebê nasce, a gente relaciona alguns modos, costumes, nossos que certamente ele terá também. Por exemplo: eu como muito e a Laura puxou isso de mim! São coisas que não só ela, mas meus próximos filhos (quero ter mais um moleque, pelo menos) devem sempre ter! É hereditário!

Mas a Laurita me surpreende. Como explicar o fato dela entender outras línguas, além da Portuguesa, com pouco mais de mil dias de vida?

Se bem que, desde pequena, o papai aqui, que é professor de inglês, sempre colocou desenhos em outros idiomas e ela nunca reclamou. Pelo contrário, assistia na boa.

A fofa presta atenção, interage e comenta o cartoon com a mesma naturalidade se fosse em português.

É impressionante, cara.

Bom, o que eu também me impressiono é com a facilidade que a pequena de três anos mexe no YouTube. Eu só preciso entrar no site e o resto deixo com a herdeira, que escolhe o vídeo, abaixa ou aumenta o volume, amplia ou reduz a tela…

Não pode ser normal isso…

A mesma facilidade a mais nova dos Fuocos tem em mexer em smartphones. Desbloqueia com agilidade, procura os aplicativos legais para ela e brinca de boa na lagoa.

A mocinha é um poço de energia também na hora das brincadeiras não digitais. Falou em parque, minha filhota engata a segunda e só sai do escorregador depois de muita ameaça de cancelamento do Danoninho.

Isto tudo é normal?

Será que estou criando um andróide?

20120930-221317.jpg

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s